Cativados +-+

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Homem do Tempo

No teu manto negro,
Entram as almas perdidas...
No colar de prata,
Transporta a chave da alma humana,
E das portas do Inferno...
Da luz que te persegue,
Anjo iludes...
Do manto que trazes,
Filho do diabo enganas...
Criatura sem alma,
De corpo desgastado,
Vive para todo sempre,
Não do bem ou do mal...
Tu que já fazes parte do tempo...
Entrego-te a minha alma de sofrimento....


3 comentários:

  1. Uma vez escrevi um texto parecido com este no meu antigo Blog.
    Gosto deste tipo de coisas. Aprecio muito.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado :)
    Quando escreveres mais cá estarei para comentar.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar